quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Começar o ano assim...

...em Paz! 

Seja qual for o ano, e antes da euforia da festa de Reveillon, tranquiliza-me fechar o ciclo da melhor maneira possível, em paz e relaxamento total. O ano passado, porque fomos passar a data a um bom hotel, ficámos na piscina interior quase até fechar. É sem dúvida dos nossos programas favoritos. Mas este ano, com a minha melhor amiga "muito" grávida, a festa foi em casa e a tarde foi passada no meu local favorito. Toda a gente sabe que eu adoro a "minha" cidade e este lugar em particular... 

Foi aqui que pensei nos meus doze desejos ou objectivos para o 2016, que nessa noite, pela primeira vez na vida, pedi ao soar a meia-noite. E como dizem que se os escrevermos reforçamos o nosso compromisso para com os mesmos, partilho convosco as minhas preces e resoluções. 

1. Ter saúde...sempre
O mais importante, e que aprendemos a valorizar ainda mais quando temos filhos.

2. Estar em Paz (interior)
Tudo é mais fácil quando estamos em paz com os outros e connosco mesmos. 

3. Ter trabalho
Não só porque é preciso mas também pelo gosto de trabalhar. 

4. Ganhar dinheiro
Porque não compra a felicidade mas ajuda-nos a criar momentos felizes.

5. Amar e ser amada 
De todas as maneiras, porque tudo é tão mais bonito quando amamos e somos amados.

6. Viajar mais
O ano que passou não nos levou ao desconhecido, espero que este se mostre mais aventureiro.

7. Atingir dois objectivos de longa data
Um que me leva onde eu quiser, outro que me faz feliz em ficar - ambos já deviam ter acontecido há muito tempo.

8. Voltar a estudar
Porque há sempre coisas novas a aprender, mesmo sobre aquilo que já sabemos.
9. Cuidar mais e melhor de mim
Comer melhor, começar a fazer exercício físico, tratar melhor a pele... 

10. Manter foco, motivação e criatividade
Vão-me fazer muita falta nas voltas que a vida vai começar a dar em 2016.

11. Aumentar a família
Era já um desejo de 2015 mas não aconteceu, fica a esperança neste novo ano.


12. Tudo isto, e mais do que de melhor houver, para a vida do meu filho. 
Cheguei à última passa (err...Mirtilo) e foi só o que me ocorreu, tudo o resto estava pedido. Mas não é que isto afinal é mesmo o que eu mais desejo? 

Então que 2016 se mostre generoso por favor! 

Sem comentários:

Enviar um comentário